Investir em um empreendimento ou aplicação fora do Brasil tem se tornado cada vez mais comum entre os brasileiros. Como muitas pessoas ainda têm um pouco de receio em aplicar seu capital em investimentos do mercado financeiro estrangeiro, como a bolsa, a compra de imóveis acaba sendo uma das modalidades mais procuradas. Com boas buscas, é possível encontrar imóveis com preços bastante atrativos e que podem ser alugados por uma renda interessante e em dólar.

“Existem lugares hoje nos Estados Unidos que oferecem uma excelente oportunidade de investimento, mas acredite em mim, passam longe das rotas mais conhecidas como NY e Miami. Levando em conta que o imóvel pode oferecer duas formas de ganho, a valorização do imóvel e a renda do aluguel, com esse ganho cambial e a menor variação que existe em país com a economia mais equalizada, o imóvel pode ser uma excelente opção de investimento”, explica Aigo Pyles, fundador da Genesis Associados , empresa de gerenciamento e assessoria patrimonial fora do país para empresas e para pessoas físicas. Ele  separou uma lista com os cinco cuidados mais importantes para se ter nesse momento e não fazer nada de errado. Confira!

Pesquise: É preciso entender que não é porque um amigo ganhou dinheiro com uma transação imprevista que o mesmo vai acontecer com você. Consulte uma boa empresa de assessoria financeira e utilize os seus serviços em todas as etapas da compra.

Fuja das rotas tradicionais: Pense assim: uma casa em Nova York tem um custo inicial mais alto e, portanto, uma taxa de valorização menor. Se você investe em uma região menos cotada, mas bem vista e adequada, vai pagar menos na hora da compra e, em poucos anos, verá que o imóvel possui um valor venal bem mais alto do que o inicial. O mesmo acontece com os aluguéis: a tendência é aumentar.

Considere os custos: Não gaste todo o seu dinheiro na compra do imóvel. Considere os custos de legalização e de possíveis reformas e reparos na casa – lembre-se sempre que tudo isso precisa ser pago em dólares, caso a propriedade seja nos Estados Unidos, e que isso pode representar um rombo em seu orçamento se estiver fora do previsto.

Quer se preparar melhor para seus investimentos? Leia este artigo:

08