Costumamos ressaltar sempre a importância dos planos futuros, tendo em vista que estes planos podem variar muito de pessoa para pessoa. Desta forma, é natural que alguns indivíduos e situações simplesmente não se encaixem em seus sonhos e metas de vida, e está tudo bem quanto a isso!

Pode ser que enquanto seu objetivo seja economizar para fazer uma longa viagem ao exterior, o objetivo de um colega próximo seja simplesmente se divertir todos os finais de semana, gastando altas somas de dinheiro a cada sexta ou sábado. E está tudo bem quanto a isso também, afinal, cada um é responsável por suas próprias escolhas.

Sabemos que precisamos aceitar as pessoas como elas são, pois cada um tem suas histórias de vida, tempos de aprendizado e metas a seguir. Não devemos tentar fazer comparações e nem gastar energia tentando convencer os outros de que nossos planos são melhores. Porém, aceitar não significa ter que conviver ou dar um poder maior do que o aceitável para os outros.

Quando convivemos com quem ou aquilo que não nos faz bem, gastamos uma energia considerável em coisas que não fazem sentido dentro de nossos planos de vida. Também tenderemos a nos desviar constantemente dos caminhos que traçamos para conquistar o que queremos futuramente. Desta forma, aceite, mas não se sinta obrigado a conviver!

 

Confira nosso curso gratuito:
17