Você vai fazer alguma reforma em casa e quer calcular quanto vai gastar? Antes de uma obra só é possível fazer as contas e ter uma estimativa. Cada etapa pede um orçamento, pelo fato de que os produtos e serviços vão tendo seus preços reajustados.

Uma boa opção para quem está pensando em reforma é a pesquisa de preços nas lojas. Em estabelecimentos tipo home-centers, os preços costumam ser mais em conta, mas a variedade é menor. Já nas butiques, o consumidor encontra boas peças, como pisos e azulejos, mas os preços são mais altos, às vezes o dobro. Leve sempre em consideração que os orçamentos são vinculados à disponibilidade de mão de obra, estoque de produtos na loja, oscilação do dólar, entre outros fatores.

Outros pontos a serem considerados são os projetos de arquitetura primordiais para o início do planejamento das reformas e construções, onde serão especificados todos os itens, desde o valor do pedreiro, gesseiro, eletricista, passando pelo piso, modelo e quantidade de luminárias, as cores das paredes até o modelo do sofá e o tecido da cortina. Nesse planejamento é sempre importante ter uma margem de sobra, pois como toda obra, a sua pode ter interferências e é preciso estar preparado financeiramente para conseguir finalizá-la no tempo estimado.

Hoje em dia, em São Paulo, a estimativa para decorar de ponta a ponta um apartamento entregue cru varia de R$ 1.000 a R$ 3.000 por metro quadrado. Os valores são muito diferentes, pois dependem da qualidade dos produtos e serviços, assim como dos modelos escolhidos, cujas opções são em grande quantidade no mercado.

E por fim, é recomendado não pagar a mão de obra à vista. Deve-se combinar o acerto de acordo com o andamento da obra e, de preferência, por empreitada e não por dia de trabalho. Assim você garante o andamento e previne calotes.

 

Quer uma maneira de se preparar financeiramente para a reforma da casa? Leia este artigo:

08