Quando acontece uma perda de emprego ou uma dificuldade financeira não prevista em nossas vidas, é normal que uma série de ideias apareçam em nossas mentes. Uma delas é relacionada à abertura de um negócio próprio. É claro que sempre é válido procurar alternativas que possam gerar uma receita extra e colaborar tanto para a solução das complicações atuais quanto para a conquista de sonhos futuros, porém, é preciso cuidado.

Primeiramente, empreender não é para todo tipo de perfil. É preciso ter em mente que se, até então, você estava acostumado somente com o trabalho fixo, registro em carteira e horários pré-estabelecidos, ao abrir um negócio tudo muda. Os horários são incertos e podem alcançar até mesmo finais de semana e feriados. Além disso, a receita normalmente tem altos e baixos e os benefícios do registro têm de ser adquiridos à parte.

Outra questão é relacionada ao próprio perfil empreendedor. É necessário ter visão de longo prazo e muita calma para lidar com a instabilidade do negócio, especialmente no começo, onde tudo é novidade, inclusive para eventuais clientes. Vale procurar ajuda especializada e conversar com alguns empreendedores antes de partir para a ação. Além disso, alguns testes podem ajudá-lo a ter uma ideia sobre o seu perfil. Separamos este da Endeavour:

TESTE