Um dos seus sonhos de longo prazo é conseguir comprar a casa própria? Saiba que este ainda é o sonho de uma parte significativa dos brasileiros, por isso vale a pena avaliar as opções disponíveis no mercado. Algumas costumam ser mais conhecidas, tais como o financiamento imobiliário ou o consórcio. Mas e os leilões de imóveis? Como funcionam? Será que vale a pena ficar de olho?

Quando um imóvel vai a leilão isso acontece porque os pagamentos relacionados à sua posse não foram realizados, ou seja, não houve pagamento da dívida assumida e por isso o imóvel é tomado de volta e vendido em leilão por valores normalmente bem mais baixos.

Os leilões são realizados em duas oportunidades: na primeira há um valor inicial de avaliação que deve ser respeitado. Caso não haja lance, passa-se para a segunda oportunidade, cujos lances se iniciam a partir do valor mínimo fixado pelo juiz.

Um leilão pode ser uma boa oportunidade de se adquirir a casa própria por um valor mais em conta, porém, é preciso que o interessado avalie com cuidado a situação do imóvel, se tem outras dívidas e quem as pagaria, se está ocupado ou não, etc. Uma vez feita a avaliação, é importante estabelecer um valor máximo que valeria a pena ser pago pela propriedade, assim não há risco de se adquirir gato por lebre.

17